Almaviva 2013 Evolução: Vinho para Beber ou Guardar

Rótulo Almaviva

94

Excelente

Almaviva, Maipo, Chile
VCT

Tinto

Aproximadamente a mesma quantidade de chuva que 2012. Mas choveu menos no inverno, e mais depois. Esta chuva posterior compensou um pouco a falta de chuva de inverno, mas deu trabalho, pois entregou mais vigor às plantas e fez com que a maturação tenha sido mais lenta. Isso fez de 2013 um ano muito tardio. Além disso, houve chuva nos dias 28, 29 e 30 de abril, pleno período da colheita. Percebemos como a elaboração de vinhos está mesmo à mercê da natureza. Segundo Michel Friou, “felizmente isso afetou apenas um dia de colheita. Se houvesse chovido nos primeiros dias da colheita, haveria impactado na safra”. No caso da Carménère, uma parte foi colhida antes da chuva, e um ou dois lotes foram deixados ao máximo. Mesmo assim, sentimos o impacto, com menos madurez que os outros anos. Foi um ano com ciclo mais fresco e tardio. Por uma lado, isso gera menos concentração e, por outro, mais suavidade nos taninos. Quando degustei este vinho pela primeira vez no ano passado, achei-o fantástico. Continua, sem dúvida, um grande vinho, mas comparando agora com o 2014, verificamos que demonstra taninos menos maduros e polidos, com acidez marcante.

Degustado em 16/01/2017 por CB

Todas safras Almaviva

Veja todas safras Almaviva »

Todos vinhos de Almaviva

Veja todos vinhos produzidos por Almaviva »

Todos vinhos de Maipo, Chile

Veja todos vinhos de Maipo »

Todos vinhos Chilenos

Veja todos vinhos Chilenos »