Dom Pérignon 2002 Evolução: Vinho para Guardar

95

Extraordinário

Moët & Chandon, Champagne, França
LVMH

Espumante

Depois dos especialíssimos 1999 e 2000, Richard Geoffroy, enólogo-chefe responsável por esse vinho desde 1995, consegue repetir a magnitude de seu inesquecível Dom Pérignon 1996. Por ser ainda muito jovem, demorou para abrir os aromas. Interessantes tons de frutas exóticas como damasco seguido de tons de pêssegos e peras, leves toques de pão, toques minerais, tostados e um hint de mel. Na boca, é inebriante, rico e com bom volume de frutas. Mesmo ainda muito jovem, está delicioso. Final de boca impressionante. Muito persistente. Pode ser apreciado hoje, mas mais dois anos de garrafa vão lhe fazer bem. Depois disso continuará evoluindo por 11/12 anos. Consumo 2013/2024. LGB Degustado em 09/12/2011 por LGB

Todas safras Dom Pérignon

Veja todas safras Dom Pérignon »

Todos vinhos de Moët & Chandon

Veja todos vinhos produzidos por Moët & Chandon »

Todos vinhos de Champagne, França

Veja todos vinhos de Champagne »

Todos vinhos Franceses

Veja todos vinhos Franceses »